Grooming Quar, 28 Fev. 2018

Psoríase: o que é e como prevenir as manchas vermelhas e a descamação da pele

  • A psoríase pode surgir no couro cabeludo, causando manchas vermelhas e descamação
    A psoríase pode surgir no couro cabeludo, causando manchas vermelhas e descamação

O cuidado com o corpo tem se tornado cada vez mais comum entre os homens, deixando de lado o estigma de que só as mulheres fazem esse tipo de coisa. Hoje eles dão uma atenção especial ao cabelo para não acabar ficando careca, se importam com o desenho da barba e até as partes íntimas ganham mais cuidados e têm o seu lugar garantido. Mesmo assim, alguns problemas podem surgir e perturbar a vida de um homem. Um deles é a psoríase, uma doença crônica que não tem cura. Ela atinge a pele e é bem comum de aparecer, mas não é contagiosa.

A psoríase faz com que manchas avermelhadas apareçam pelo corpo, couro cabeludo e unhas, além de causar descamação na área afetada. Segundo a dermatologista Carolina Marçon, a doença tem ciclos, e pode ser dividida em momentos de melhora e de piora. Quanto ao desenvolvimento e motivo para o problema aparecer, ela explica que predisposição genética, fatores ambientais e sistema imunológico têm participação no surgimento desse mal no corpo. Além disso, problemas emocionais, como depressão e ansiedade, bebidas alcoólicas e cigarro podem fazer com que a psoríase brote em você.

A doutora Carolina explica que essas placas vermelhas aparecem no corpo por um motivo. As células responsáveis pela defesa do organismo, os linfócitos T, são liberados. Isso causa um processo de imigração de todas elas, fazendo com que protejam o corpo de forma exacerbada. E é exatamente isso que causa as manchas avermelhadas e a descamação na área, sendo essas as principais características da psoríase.

A psoríase pode variar de pessoa para pessoa

Cada pessoa tem uma forma diferente de manifestar a doença. A psoríase pode ficar apenas em um local, como nos cotovelos e nos joelhos, ou se alastrar por todo o corpo. A doença também está associada a outras, como artrite, depressão, câncer, problemas gastrointestinais, diabetes, obesidade e dislipidemia. Todos esses fatores podem ser determinantes para o surgimento desse mal no corpo de alguém, mas o fator genético também existe.

Tratar a psoríase por conta própria não é uma boa ideia

Segundo a dermatologista, é preciso que a pessoa procure um especialista antes de sair se medicando em casa. "O médico vai diagnosticar se realmente é psoríase. Com isso, ele vai instituir o tratamento adequado e investigar para saber se outras coisas estão associadas. Isso é muito importante para que a conduta do caso ocorra de forma adequada, sem riscos de complicações", afirma a doutora Carolina.

Para que não acabe dificultando ainda mais o quadro, o especialista vai indicar o tratamento correto a ser feito pelo paciente. Se a psoríase apresenta algumas placas vermelhas, hidratantes, substâncias queratolíticas - que diminuem a descamação - e anti-inflamatórios de via oral são os principais métodos para inibir a doença. Quando ela é mais séria, um dos tratamentos indicados é o sistêmico, que é o uso de medicamentos por um determinado tempo, seja via oral, intravenoso, subcutâneo ou intramuscular.

Outra coisa que é avaliada é o emocional do paciente, como explica a dermatologista. "A própria psoríase desencadeia um impacto significativo no humor e na qualidade de vida. O médico vai avaliar toda essa questão, ver o quanto isso está causando alteração na qualidade de vida do paciente para definir qual vai ser o tratamento", conta a a doutora Carolina.

Mesmo não tendo cura, a psoríase tem diversas formas de ser tratada. A fototerapia é mais uma opção viável para melhorar a situação do paciente. As cabines com radiação UVA ou UVB têm uma ação imuno moduladora, que ajuda a melhorar os casos da doença. Ela pode ser usada de forma isolada ou com associada aos tratamentos sistêmicos ou tópicos.

Se você prefere as coisas que são feitas em casa, pode esquecer. O uso desses produtos e das esfoliações caseiras, que ajudam a evitar os pelos encravados, não é uma boa ideia. Esse tipo de tratamento pode fazer com que a pele seja agredida e acabar contribuindo para o surgimento de lesões em outras áreas e complicando a situação da doença. Por isso, é importante que a pessoa faça o tratamento correto e indicado por um especialista.

A psoríase pode atingir seu couro cabeludo

O cabelo é uma das suas preocupações? Então é melhor ficar ligado, porque a psoríase pode afetar o seu couro cabeludo. Mas não é nada que atinja seu famoso undercut, pode ficar calmo. Para melhorar a área é indicado o uso de shampoos especiais e o tratamento com substâncias queratolíticas, além de anti-inflamatórios para passar no local. A doutora Carolina aconselha a não se medicar em casa e que a pessoa procure um especialista no assunto.

A virilha também pode sofrer com a psoríase

Outra parte do corpo que pode ser afetada pela psoríase é a virilha. Quando afeta essa área, ou as axilas, a doença é conhecida por ser do tipo "invertida". O problema é mais comum em pessoas com obesidade e portadores de HIV. Quanto ao tratamento, a dermatologista explica que é parecido com o feito nas placas, com o uso de medicamentos via oral, mas nesse caso varia de pessoa para pessoa e da extensão da doença pelo corpo do indivíduo.

Como evitar com que a psoríase apareça no seu corpo

A doença é crônica e não tem cura, mas existem formas de preveni-la. Se o seu histórico familiar possui casos de psoríase, é melhor ficar atento aos primeiros sinais que ela pode dar e partir para um especialista. Outras coisas que podem ser feitas é começar a ter hábitos saudáveis, mantendo uma alimentação equilibrada, uma rotina de atividades físicas e evitando o excesso de peso. Além disso, a exposição solar é uma ótima alternativa para prevenir o surgimento das placas vermelhas e da descamação. Vale lembrar que é importante também usar sempre o protetor solar para evitar outros problemas de pele.

por Lucas Palomo

Notícias: Grooming

4 cuidados para ficar com uma aparência melhor nas vídeos chamadas
Grooming 4 cuidados para ficar com uma aparência...

Muitos homens incluíram as videochamadas na rotina de trabalho nos últimos meses. Apesar de serem práticas, elas podem abrir espaço para um relaxamento no seu visual. Isso pode até mesmo atrapalhar sua vida profissional. Não é necessário fazer muito para se manter arrumado para as...

+
Quais os maiores problemas que a pele sensível pode ter ao fazer a barba?
Grooming Quais os maiores problemas que a pele...

Quem tem pele sensível pode sofrer bastante ao fazer a barba. Além de ter que redobrar os cuidados enquanto está raspando os pelos, você ainda precisa tratar a pele do rosto para diminuir as consequências que aparecem mesmo se você tiver cuidado. Irritações, caroços e pelos encravados...

+
5 mitos sobre cuidados que você não deve acreditar
Grooming 5 mitos sobre cuidados que você não deve...

Cada vez mais os homens estão superando o tabu dos cuidados com a pele, cabelos, barba e corpo e incluindo-os no seu estilo de vida. No entanto, acabam surgindo muitas dúvidas em como fazer isso da melhor maneira e muitos homens ainda se deparam com muitas informações falsas na...

+
Quais os cuidados com a pele que o seu pai deve ter?
Grooming Quais os cuidados com a pele que o seu pai...

Com o passar dos anos, a pele muda completamente e isso é inevitável. Neste dia dos pais uma boa maneira de demonstrar todo o seu afeto pode ser ajudar o seu pai na rotina de cuidados dando alguns conselhos e investindo em produtos que previnam e tratem as mudanças causadas pelo...

+

últimas matérias

Manchas de suor: como evitá-las e como recuperar as camisas
Estilo Manchas de suor: como evitá-las e como...

As manchas de suor nas camisas são um dos problemas mais comuns e desagradáveis de um dia de calor e com o tempo ainda podem danificar as suas roupas deixando marcas amareladas. Mas, com um pouco de conhecimento sobre o assunto e preparação, elas podem ser evitadas e é possível até...

+
É possível usar calças moletom com estilo?
Estilo É possível usar calças moletom com estilo?

As calças de moletom sempre foram sinônimos de conforto e preguiça para os dias mais frios em que você decide ficar em casa. Nas últimas temporadas, isso tem mudado com o surgimento do estilo Athleisure e a popularização das calças joggers. Essas peças podem ser usadas tanto para ficar...

+
French tuck: como esse truque do Queer Eye ajuda o seu visual
Estilo French tuck: como esse truque do Queer Eye...
Aloe vera: como essa planta pode melhorar sua aparência
Grooming Aloe vera: como essa planta pode melhorar...

Matérias relacionadas