Quin, 21 Jul. 2016

História olímpica: 5 esportes bizarros que já foram disputados nos Jogos

  • O cabo de guerra já foi considerado esporte olímpico entre as edições de 1900 (Paris) e 1920 (Antuérpia)
    O cabo de guerra já foi considerado esporte olímpico entre as edições de 1900 (Paris) e 1920 (Antuérpia)
  • A Olímpiadas de Saint Louis, em 1904, tiveram a presença da subida na corda, modalidade que exigia muito preparo para escalar rápido algo em torno de oito a dez metros
    A Olímpiadas de Saint Louis, em 1904, tiveram a presença da subida na corda, modalidade que exigia muito preparo para escalar rápido algo em torno de oito a dez metros
  • O tiro ao pombo esteve presente em Olimpíadas somente na edição de Paris, em 1900, ocasião em que foram mortos mais de 300 animais
    O tiro ao pombo esteve presente em Olimpíadas somente na edição de Paris, em 1900, ocasião em que foram mortos mais de 300 animais
  • As Olimpíadas de 1900, em Paris, tiveram a disputa de nado submarino, que exigia que os participantes se deslocassem na água sem levantar a cabeça para respirar
    As Olimpíadas de 1900, em Paris, tiveram a disputa de nado submarino, que exigia que os participantes se deslocassem na água sem levantar a cabeça para respirar
  • O duelo de pistolas foi realizado somente nas Olimpíadas de Estocolmo, em 1912; os competidores se revezavam nos tiros, em distâncias que variavam entre 20 e 30 metros
    O duelo de pistolas foi realizado somente nas Olimpíadas de Estocolmo, em 1912; os competidores se revezavam nos tiros, em distâncias que variavam entre 20 e 30 metros
  • O cabo de guerra já foi considerado esporte olímpico entre as edições de 1900 (Paris) e 1920 (Antuérpia)
  • A Olímpiadas de Saint Louis, em 1904, tiveram a presença da subida na corda, modalidade que exigia muito preparo para escalar rápido algo em torno de oito a dez metros
  • O tiro ao pombo esteve presente em Olimpíadas somente na edição de Paris, em 1900, ocasião em que foram mortos mais de 300 animais
  • As Olimpíadas de 1900, em Paris, tiveram a disputa de nado submarino, que exigia que os participantes se deslocassem na água sem levantar a cabeça para respirar
  • O duelo de pistolas foi realizado somente nas Olimpíadas de Estocolmo, em 1912; os competidores se revezavam nos tiros, em distâncias que variavam entre 20 e 30 metros

As modalidades que fazem parte das Olimpíadas hoje em dia não fogem muito ao que a maioria das pessoas está familiarizada por conta do evento abranger diversos países do mundo inteiro. No entanto, nem sempre foi assim. Do final do século XIX às primeiras décadas do século XX, os Jogos contavam com uma variedade bem maior de disputas, desde as tradicionais até as mais inusitadas. Confira a seguir cinco esportes bizarros que já fizeram parte dos Jogos Olímpicos:

Cabo de guerra

Muito comum no período de recreação das crianças em seus primeiros anos na escola, o cabo de guerra já foi considerado esporte olímpico entre as edições de 1900 (Paris) e 1920 (Antuérpia). A modalidade fazia parte do programa de atletismo pois os gregos a praticavam na antiguidade. Em cada lado ficavam oito pessoas, sendo que quem arrastasse os adversários por dois metros vencia. No caso de isso não acontecer em até cinco minutos ganhava quem tivesse puxado mais.

Subida na corda

O objetivo desta disputa era simples: subir toda a extensão da corda mais rápido do que os adversários. Como a corda utilizada tinha entre oito e dez metros, era preciso ter bom preparo físico e psicológico para executar os movimentos certos com precisão. O maior expoente deste esporte foi o alemão naturalizado americano George Eyser, campeão em Saint Louis 1904. Ele é até hoje a única pessoa no mundo a ter subido o pódio olímpico com uma perna de pau.

Tiro ao pombo

O tiro ao pombo esteve presente em Olimpíadas somente na edição de Paris, em 1900, pois o fato de precisar sacrificar animais não foi visto com bons olhos, na época (hoje provavelmente aconteceria o mesmo). Mais de 300 pombos foram mortos durante a disputa, sendo que apenas os três primeiros colocados abateram quase 80. Anos depois, em 1988, a relação entre pombos e Jogos Olímpicos se mostrou de fato muito ruim, já que mais aves morreram em acidente ocorrido na cerimônia de abertura, ao serem libertadas perto demais da pira olímpica.

Nado submarino

Paris 1900 - que teve o primeiro representante do Brasil em Jogos Olimpícos - parece realmente ter sido a edição de Olimpíadas com maior número de modalidades bizarras. O nado submarino ocorreu no famoso rio Sena e exigia que os participantes se deslocassem na água sem levantar a cabeça para respirar. A pontuação se dava da seguinte maneira: cada metro era um ponto e cada segundo sob a água um ponto extra. O grande vencedor da prova nadou 60 metros em pouco mais de um minuto.

Duelo com pistolas

O duelo de pistolas foi realizado em uma única edição de Olimpíadas (Estocolmo 1912), mas o motivo para que tenha sido "largado de mão" nada tem a ver com possibilidade de riscos aos presentes, algo comum de se pensar em um primeiro momento. Afinal de contas, o oponente era um manequim. Vestidos com roupas elegantes, os competidores se revezavam nos tiros, em distâncias que variavam entre 20 e 30 metros.

por Fabrício Mainenti

Notícias:

Oscar de melhor ator: o estilo dos homens que ganharam a premiação
Estilo masculino Oscar de melhor ator: o estilo dos homens...

Não adianta negar, todos sabemos que os personagens de filmes são capazes de nos influenciar em diversos aspectos, e isso não muda em relação ao visual dos atores encarregados de representá-los nas telonas. O ganhador do Oscar de melhor atuação é sempre o cara do momento e a maneira...

+
Quer apostar na tendência tie-dye? Saiba como criar a estampa em casa
Estilo masculino Quer apostar na tendência tie-dye? Saiba...

Tecidos com estampa tie-dye existem há séculos, com registros de seu uso já no ano 500 por povos peruanos e chineses. A técnica para criar roupas super coloridas apareceu depois na África e no Oriente Médio, antes de chegar às civilizações ocidentais. O boom do tie-dye veio nos...

+
4 maneiras de aliviar o stress
Bem estar 4 maneiras de aliviar o stress

O stress é um problema recorrente para muitos homens, seja na vida pessoal ou profissional, e pode ser responsável por condições de saúde e surtos de acne na pele, além de prejudicar relacionamentos. Em meio a rotinas intensas e desgastantes, em especial durante a pandemia, é...

+
5 celebridades com tatuagens para você se inspirar
Grooming 5 celebridades com tatuagens para você se...

Marcar o corpo com tatuagens é uma ótima forma de expressão. Pode-se pintar na pele símbolos culturais, religiosos, de valor pessoal... tudo que contribua para sua personalidade. Principalmente neste século, a arte corporal se popularizou e tem sido mais aceita socialmente; e as...

+

últimas matérias

5 motivos para não fazer a barba
Grooming 5 motivos para não fazer a barba

Todo mundo sabe que a barba é muito importante e relevante para a imagem dos homens. Além de dar um charme para todo o visual, deixar os fios crescerem pode trazer vários benefícios que a maioria das pessoas nem imagina. Está muito ocupado ultimamente? Você pode experimentar deixar a...

+
Cabelo grande masculino: confira o estilo de 6 famosos
Grooming Cabelo grande masculino: confira o estilo...

O cabelo longo é sempre uma forma de trazer um certo destaque para o homem que o utiliza, até porque se trata de algo que exige os demais cuidados. Apesar de estar muito relacionado a rapazes rockeiros e surfistas, isso ficou no passado, pois esse estilo de cabelo comprido passou a...

+
Reflexo alinhado: o que é e como fazer
Grooming Reflexo alinhado: o que é e como fazer

Com as cores caindo de vez nas graças do público masculino, especialmente entre os mais jovens, várias brincadeiras com tonalidades e descolorações têm surgido nas barbearias. Uma das tendências mais populares, muito presente nas comunidades cariocas, é o reflexo alinhado, corte com...

+
5 bigodes grossos de respeito da História
Grooming 5 bigodes grossos de respeito da História

Hoje em dia, ter uma barba é algo muito comum entre homens de todos os estilos. Mas apenas alguns aventureiros ousam caminhar pelo "vale dos bigodes". Manter pelos faciais somente entre o nariz e a boca demanda confiança e personalidade; é praticamente uma arte. Ao longo dos séculos,...

+

Matérias relacionadas