Grooming Quar, 06 Set. 2017

Aprenda a incorporar as costeletas no visual e a adequá-las ao seu estilo

  • Hugh Jackman é um dos atores de Hollywood a adotar a costeleta
    Hugh Jackman é um dos atores de Hollywood a adotar a costeleta

Não há como fugir: a costeleta faz tão parte do seu corpo como o seu próprio cabelo. Ainda assim, é possível optar por viver com ou sem ela. Caso você não seja do grupo mais radical, que prefere exterminá-la de vez, que tal aprender a incorporá-la no seu estilo e fazê-la combinar com a barba ou bigode?

Em primeiro lugar, esqueça aquele estilo Elvis Presley - embora ele possa ser adotado, claro. Optar por manter a costeleta está mais relacionado ao seu visual. Afinal, ela nada mais é do que aquela continuação do cabelo na frente da orelha que se liga à barba. Portanto, pense primeiro na aparência que você quer imprimir e se ela combina contigo. Caso ainda esteja na dúvida, o #P separou algumas dicas rápidas para você:

1. Ela não precisa chamar a atenção

Quem disse que as costeletas precisam ser grandes? Na verdade talvez você nunca tenha reparado, mas grande parte dos atores de Hollywood que não têm barba a adotaram, como é o caso de Hugh Jackman. A diferença é que eles mantiveram uma pequena parte na altura da orelha, que ao se juntar ao cabelo acaba não chamando a atenção.

2. Mantenha a costeleta uniforme

Nada de deixar uma costeleta alta e uma barba baixa, ou então um cabelo praticamente raspado mantendo-a volumosa. O ideal é que os pelos estejam em um tamanho uniforme e não se destoem. O seu rosto precisa ter equilíbrio, e não virar uma bagunça. Se necessário, apare a costeleta para que ela se mantenha do mesmo tamanho que o resto dos fios. O comprimento delas também pode ser um problema. Ao aparar, é preciso tomar cuidado para que as duas tenham o mesmo tamanho. A melhor maneira é fazer o teste do "Frankstein": de frente para o espelho encoste a ponta de cada indicador no final das costeletas e verifique se elas estão na mesma altura.

3. Saiba se combina com o seu rosto

Embora o mais importante seja você apreciar o estilo, algumas regras podem ser seguidas para ajudá-lo a saber qual tipo de costeleta irá combinar com o seu rosto. Se ele for redondo ou quadrado uma boa ideia é optar pelas mais compridas. Já os retangulares pedem modelos mais curtos. O formato mais versátil é o oval, que permite praticamente qualquer corte. Por fim, os triangulares e em formato de coração devem ser tratados de maneiras opostas. Enquanto no primeiro as opções são as costeletas curtas e espessas ou longas e aparadas, no segundo caso o ideal é tê-las curtas aparadas ou longas e volumosas.

4. É possível desenhá-las

Seja nos formatos maiores ou menores, é possível sim desenhar as costeletas, mas isso demanda, claro, mais trabalho. Se você tem algo específico em mente é melhor procurar o barbeiro para que ele possa moldar seu rosto com precisão. É claro que você também pode tentar sozinho em casa, afinal, na pior das hipóteses você simplesmente terá que esperar o pelo crescer de novo.

5. Quando tudo no rosto é grande

Se você se incomoda com o tamanho de suas orelhas saiba que adotar costeletas volumosas não irá ajudar em nada, pelo contrário! Além disso, se o seu cabelo é comprido talvez não seja uma boa ideia sequer utilizá-las, mas se preferir opte por modelos mais aparados, que não irão interferir no caimento do cabelo.

por Ana Carolina Porto

Notícias: Grooming

Quais os maiores problemas que a pele sensível pode ter ao fazer a barba?
Grooming Quais os maiores problemas que a pele...

Quem tem pele sensível pode sofrer bastante ao fazer a barba. Além de ter que redobrar os cuidados enquanto está raspando os pelos, você ainda precisa tratar a pele do rosto para diminuir as consequências que aparecem mesmo se você tiver cuidado. Irritações, caroços e pelos encravados...

+
5 mitos sobre cuidados que você não deve acreditar
Grooming 5 mitos sobre cuidados que você não deve...

Cada vez mais os homens estão superando o tabu dos cuidados com a pele, cabelos, barba e corpo e incluindo-os no seu estilo de vida. No entanto, acabam surgindo muitas dúvidas em como fazer isso da melhor maneira e muitos homens ainda se deparam com muitas informações falsas na...

+
Quais os cuidados com a pele que o seu pai deve ter?
Grooming Quais os cuidados com a pele que o seu pai...

Com o passar dos anos, a pele muda completamente e isso é inevitável. Neste dia dos pais uma boa maneira de demonstrar todo o seu afeto pode ser ajudar o seu pai na rotina de cuidados dando alguns conselhos e investindo em produtos que previnam e tratem as mudanças causadas pelo...

+
Aloe vera: como essa planta pode melhorar sua aparência
Grooming Aloe vera: como essa planta pode melhorar...

últimas matérias

Manchas de suor: como evitá-las e como recuperar as camisas
Estilo Manchas de suor: como evitá-las e como...

As manchas de suor nas camisas são um dos problemas mais comuns e desagradáveis de um dia de calor e com o tempo ainda podem danificar as suas roupas deixando marcas amareladas. Mas, com um pouco de conhecimento sobre o assunto e preparação, elas podem ser evitadas e é possível até...

+
É possível usar calças moletom com estilo?
Estilo É possível usar calças moletom com estilo?

As calças de moletom sempre foram sinônimos de conforto e preguiça para os dias mais frios em que você decide ficar em casa. Nas últimas temporadas, isso tem mudado com o surgimento do estilo Athleisure e a popularização das calças joggers. Essas peças podem ser usadas tanto para ficar...

+
French tuck: como esse truque do Queer Eye ajuda o seu visual
Estilo French tuck: como esse truque do Queer Eye...
5 cuidados com os pés que você pode adotar
Grooming 5 cuidados com os pés que você pode adotar

Em meio a rotina de grooming com o cabelo, barba e corpo, muitos homens acabam deixando de lado os cuidados com os pés, por isso é provável que eles possam ter problemas como manchas, rachaduras e pele seca. Mas, além da estética, cuidar dos pés também faz parte da higiene pessoal e...

+

Matérias relacionadas

Temas relacionados